top of page

SAIBA COMO OBTER CANABIDIOL ATRAVÉS DO PLANO DE SAÚDE


O Canabidiol é um medicamento produzido a partir da planta Cannabis sativa, também conhecida como maconha, e é utilizado no tratamento de diversas doenças.


Embora ainda haja muito preconceito por parte das pessoas em relação a essa medicação, ela já possui registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária e tem sido prescrita por profissionais médicos.


No entanto, ainda é comum o relato de pacientes que recebem a negativa de cobertura do medicamento pela operadora de saúde.



Nesse texto, a advogada Mariana Dantas, especialista de direito da saúde, explicará se a cobertura do Canabidiol pelos planos de saúde é obrigatória e como o consumidor pode garantir o acesso a esse medicamento através da Justiça.




Índice:


1. Para que serve o Canabidiol?

2. O Canabidiol é coberto pelo plano de saúde?

3. O Canabidiol é um tratamento experimental?

4. Porque a cobertura do Canabidiol é negada?

5. O que fazer em caso de negativa de cobertura do Canabidiol?

6. É possível pedir ressarcimento ao plano de saúde do valor gasto com Canabidiol?

7. Quais documentos preciso para entrar com uma ação?

8. Meu médico do plano se recusa a prescrever o Canabidiol. O que devo fazer?




1. PARA QUE SERVE O CANABIDIOL?


O Canabidiol é um medicamento utilizado para o tratamento de doenças como epilepsia, Parkinson, esclerose múltipla, esquizofrenia, ansiedade, distúrbios do sono e distúrbios alimentares.



2. O CANABIDIOL É COBERTO PELO PLANO DE SAÚDE?


Sim. Como o Canabidiol possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, ele deve ser custeado pela operadora de saúde caso haja prescrição médica.



3. O CANABIDIOL É UM TRATAMENTO EXPERIMENTAL?


Não. Segundo entendimento da Justiça, tratamentos experimentais são aqueles que não possuem evidência científica e registro na Anvisa. Como o Canabidiol já foi registrado pela agência, ele não é mais considerado um tratamento experimental.



4. POR QUE A COBERTURA DO CANABIDIOL É NEGADA?


As operadoras de saúde costumam negar a cobertura do Canabidiol pelo fato de que a medicação não se encontra prevista no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS.

No entanto, a ausência do medicamento no rol da ANS não impede o fornecimento ao paciente que possuir indicação médica.



5. O QUE FAZER EM CASO DE NEGATIVA DE COBERTURA DO CANABIDIOL?


Se seu médico tiver prescrito o Canabidiol e a operadora de saúde está se recusando a custear o medicamento, você deve procurar um advogado especialista em direito da saúde, que poderá ingressar com uma ação judicial e garantir o acesso imediato à medicação.



6. É POSSÍVEL PEDIR RESSARCIMENTO AO PLANO DE SAÚDE DO VALOR GASTO COM CANABIDIOL?


Sim, é possível solicitar que o plano de saúde restitua os valores que o paciente gastou com o medicamento, mas apenas se os gastos tiverem ocorrido após o registro do medicamento na Anvisa.

No entanto, alguns juízes exigem que tenha sido feita uma solicitação de cobertura do medicamento e a mesma tenha sido recusada.



7. QUAIS DOCUMENTOS PRECISO PARA ENTRAR COM UMA AÇÃO?


Precisa reunir alguns documentos:

  • o relatório médico e a prescrição do medicamento;

  • a negativa de cobertura por escrito (ou então o protocolo de atendimento, caso a recusa tenha sido informada por ligação);

  • comprovantes de pagamento para solicitar reembolso (se tiver sido pago de maneira particular);

  • o comprovante de residência;

  • a carteirinha do plano de saúde;

  • o contrato com o plano de saúde (se possível)

  • cópias do RG e do CPF;

  • comprovantes de pagamento das mensalidades (geralmente as duas últimas).

8. O MÉDICO DO MEU PLANO SE RECUSA A PRESCREVER O CANABIDIOL. O QUE DEVO FAZER?


Caso isso ocorra, você pode procurar um outro profissional de sua confiança, que pode ser credenciado ou não ao plano de saúde.





O Escritório de Advocacia Mariana Dantas é especializado em ações contra planos de saúde.

Temos advogados especializados na atuação contra planos de saúde. O contato pode ser feito através whatsapp. O envio dos documentos é totalmente online .



1 Comment


Ricardo Cunha
Ricardo Cunha
Mar 18

Muito bom Dra. Mariana , porém estou tentando entrar em contato com a Dra. via Watsasp mas sem sucesso .

Like
Design sem nome (1).png
bottom of page