top of page

PRECISA PROCESSAR O PLANO DE SAÚDE? SAIBA COMO É POSSÍVEL

Muitas pessoas tomam a decisão de contratar um plano de saúde para ter mais tranquilidade quanto à sua saúde, especialmente em casos de emergência. Mas as mensalidades dos planos de saúde não são pequenas, e o mínimo que se espera é um atendimento de qualidade, o que muitas vezes não ocorre e obriga os consumidores a buscarem o auxílio da justiça.


Por isso, é tão importante contar com a ajuda de um advogado especialista em plano de saúde .


Nesse texto, a advogada Mariana Dantas, especialista de direito da saúde, explicará as principais condutas abusivas praticadas pelas operadoras de saúde, e o que o consumidor pode fazer nesses casos para entrar com uma ação judicial.


Índice:

  1. Em que situações posso processar o plano de saúde?

  2. O que faço para entrar com um processo contra o plano de saúde?

  3. Quais documentos preciso para entrar com uma ação?



1. EM QUE SITUAÇÕES POSSO PROCESSAR O PLANO DE SAÚDE?


São muitas as situações que autorizam o consumidor a entrar com uma ação judicial contra o plano de saúde. Mas as principais delas são a negativa de cobertura de tratamento/procedimento, a recusa de reembolso e o reajuste abusivo de mensalidade.


2. O QUE FAÇO PARA ENTRAR COM UM PROCESSO CONTRA O PLANO DE SAÚDE?


Caso alguma destas situações ocorra com você, você deve procurar um advogado especialista em direito da saúde, para entrar com uma ação judicial solicitando a autorização para a realização do tratamento/procedimento indicado pelo profissional médico.

Para isto, é importante reunir alguns documentos.


3. QUAIS DOCUMENTOS PRECISO PARA ENTRAR COM UMA AÇÃO?

Se for o caso de reajuste abusivo de mensalidade, você vai precisar do comprovante do reajuste.

Em caso de negativa de cobertura de tratamento/procedimento, é necessário que você solicite a negativa de cobertura por escrito, um laudo médico detalhado, e apresente os e-mails e mensagens trocados com a operadora de saúde, assim como protocolos de atendimento telefônico.

Já na hipótese de negativa de reembolso por parte do plano de saúde, é importante reunir os comprovantes de pagamento para solicitar a restituição dos valores pagos na rede particular.

Além disto, em todos esses casos você vai precisar dos seguintes documentos:

  • o comprovante de residência;

  • a carteirinha do plano de saúde;

  • o contrato com o plano de saúde (se possível);

  • cópias do RG e do CPF;

  • comprovantes de pagamentos das mensalidades (geralmente as duas últimas).

O Escritório de Advocacia Mariana Dantas é especializado em ações contra planos de saúde.

Temos advogados especializados na atuação contra planos de saúde. O contato pode ser feito através whatsapp. O envio dos documentos é totalmente online.


コメント


Design sem nome (1).png
bottom of page